Esse retirei do fundo do baú, acabei de encontrá-lo, escrevi há quase dois anos e ficou perdido numa pasta chamada "Poemas", talvez tenha sido um projeto que eu abandonei, ou esqueci que existia, ou achei pouco prático, enfim, leiam:

É assim...

Tão distante me parece,
Mesmo estando ao meu lado,
Tão diferente me parece,
Mesmo sendo a mesma,
Tão madura me parece,
Mesmo sendo tão jovem.

Me encanta sua beleza,
Me mata o seu olhar,
Me mostra o invisível,
Me esconde o visível,
Me enlouquece com o simples.

É difícil, tão difícil
Difícil não te ter,
Difícil não te desejar,
Difícil não te olhar,
Difícil não se apaixonar.
É assim, o meu pensar.
Fabiano Santiago
21/05/2010

Acabo rindo da construção e do andamento de tudo que eu escrevi no passado, sempre tive dificuldades com isso. (Ok, ainda tenho!)