Ás vezes sonho em ser uma pessoa diferente, uma pessoa determinada que busca o inalcançável. Sonho em  viajar com três notas no bolso e ser feliz por onde passar, sonho na euforia de ser negada a entrada e mesmo assim continuar. Eu sonho num carro velho seguindo para a fronteira e disparando na alfândega sem nunca parar, sonho em roubar duas bicicletas em Roma e contigo fugir para outro lugar. Sonho em parar numa rua deserta e gritar qualquer coisa em outro linguajar. Sonho em tocar sua pele sob a luz do luar. Sonho em viver cada dia como se fosse o último para sonhar. São apenas sonhos, mas um dia quem sabe, um deles eu possa realizar.