Virgem aos 26, é o que ela fez, mas não pediu desculpas a sociedade vadia contemporânea e não deu razão aos hipocritamente castos. Olhou-me nos olhos, e disse que a vida não é tão curta e que tem muita coisa mais importante que pode ser muito mais divertida. 

Mas não é estúpida e não tira a diversão do ato, acha maravilhoso e a cada três palavras que diz, uma tem conotação sexual, isso porque ela prefere o sexo confortável, ao imposto. E deveria ser assim?!

Imagina quanta frustração o conforto poderia ter evitado se todos pensassem dessa forma. Mas fodam-se mutuamente se quiserem, não quero que essa história tenha moral, só escrevo para registrar que sorri ouvindo-a, achei digno.