Depois de lhe contar tudo ele sorria, como se tudo finalmente fizesse sentido, feliz por ter desabafado, por ter contado a quem ama tudo aquilo que lhe havia escondido durante um ano. Nada fazia sentido para ele ainda, mas pensou que esclarecendo a ela tudo o que sabia eles poderiam, juntos, entender tudo.
Ela, parada, olhava através dele sem expressão nenhuma. Sem saber o que fazer ele pegou o laptop enquanto narrava mais algumas histórias. Ouviu a porta bater. Gritou o nome dela assim que pecebeu que já não mais estava lá. Saiu correndo, a chuva era intensa, abordou-lhe á meio caminho do carro. Olhou para ela e perguntou lhe usando um resquício do sorriso anterior, um resto de esperança:
- Acredita em mim, não acredita? - O sorriso se perdeu.
- Você precisa de ajuda - disse com o mesmo olhar vazio - mas não minha.

Grimm S01-Finale