Sabe do que estou cansando? Estou cansado de tentar assegurar o direito alheio e não ter o meu direito assegurado, ser humanista é algo desesperador nesse mundo de gato e rato. Defendo o direito a liberdade religiosa de uma pessoa e acabo sendo apunhalado com um "aquele ateu imoral". Não preciso ouvir nenhum comentário, sei que eles existem, vejo a cara de susto das pessoas quando digo que sou ateu, vejo o olhar de piedade como se eu estivesse fadado a morte.
Tenho pena de quem me olha dessa maneira, e me sinto mal por ela, ela olha com assombro para aquele que o defende e olha com amor para o 'irmão' com quem nunca poderá contar. Meus amigos sabem, sou ateu, falo sobre ateísmo, divulgo o ateísmo, mas não faço algo que evangélicos e cristãos fazem, eu não encosto no seu ombro, te olho com cara de cachorro molhado e digo "um dia você ainda será meu irmão", simplesmente porque para mim você já faz parte da minha família, somos homo sapiens, essa é nossa espécie, e acredite ou não, sua ignorância não vai mudar isso.