Falta uma hora, só mais uma horinha, minha mão está me matando, está bem dolorida, não deveria ter carregado blocos, sabia disso, não nasci pra isso. Ah, mas só falta uma hora. Chegando em casa vou tomar outro banho, o terceiro hoje, me sinto sujo, não estou, mas me sinto. Minha camiseta está manchada com a poeira dos arquivos, levaram meu pendrive, não posso trabalhar até que o tragam de volta. E essa mulher? Não para de falar, de reclamar, de ameaçar se demitir e de falar o quanto ela faz as coisas certas e os outros insistem em fazer errado. Adoro meu trabalho por isso, tenho que lidar com várias personalidades diferentes, sorrir e concordar. Falta só uma hora, uma horinha e eu vou me deliciar com um sanduíche de requeijão cremoso, conversar com minha menina, dizer boa noite e dormir. Já disse que suco de soja me dá sono? Sabe aquele? Esse mesmo. Pois é, achei estranho, queria pesquisar o motivo mas a internet não está funcionando. Sem internet minha capacidade diminui 40%. Ok, vou parar de escrever, o sinal tocou, o pendrive voltou e eu vou trabalhar mais uma horinha.
25/02/2012