Você tem vergonha de externar sua confusão e eu tenho vergonha de externar a minha própria, não me leve a mal, muitas vezes não me sinto capaz de te encontrar, ou todas ás vezes, você é corajosa e admirável apenas por cogitar a ideia, e eu sou covarde porque não me sinto bem com coisas que não posso controlar, e se tem uma coisa que eu tento mas não posso controlar é o meu sentimento por você.
Agora, correndo o risco de te irritar, peço que se lembre que naquele momento uma amizade foi quebrada, talvez até mesmo o pedaço mais próximo de você tenha esquecido disso, mas o pedaço que ficou aqui não.
Nunca desisti de você e não está em meus planos fazê-lo.
Espero que não desista de mim, soulmate!