http://fc02.deviantart.net/fs40/f/2009/033/6/4/not_going_anywhere_by_musicandphotography.jpg 

Estava eu na cama, exausto após uma batalha infinita que travei com essa máquina demoníaca chamada despertador, que berra todas as manhãs sabendo que eu não gosto de ser acordado ás seis horas da madrugada.

Peguei o meu lindo telefone que, á exemplo de seu irmão nefasto, começou a chorar incessantemente; jogueio-na parede. Não, não foi verdade, atendi. Havia vendido meu apartamento para comprar esse aparelhinho de centímetros que tanto amava.

Era ela. Eu havia lhe feito uma proposta na manhã anterior: Venderia meu novo apartamento e meu carro, e nós dois viajarámos pela Europa. Planejava nos instalar na Velha Londres e lá, viver uma linda e eterna lua de mel.
-E então? Já decidiu? Por que ligou tão cedo? Nem escovei os dentes para falar no telefone! - E ri da anedota desgraçada, literamnete Des-Graçada.
Ela ficou quieta por alguns segundos. E finalmente disse:
-Sinto muito... É tarde.
O Tum-Tum incessante que indicava o fim da ligação passou a indicar o fim da minha vida.